Café reúne 300 Mulheres em tarde de Conscientização

Post Image

Outubro Rosa: café reúne 300 mulheres em tarde de conscientização e atividades

O cirurgião plástico Samir Eberlin falou sobre as técnicas da reconstrução mamária

 

 
A terceira edição do “Café da Tarde Papo de Mulher” realizado pelo Movimento Outubro Rosa Novembro Azul reuniu, nesta terça-feira, 24, cerca de 300 pessoas no Clube Recreativo, em Sumaré. Além de conscientizar mulheres sobre a importância da prevenção precoce do câncer de mama, a ação promoveu diversas atividades como alongamento, dicas de beleza, aferição de pressão, teste de glicemia e sorteio de brindes.

Durante todo o evento, as mulheres tiveram acesso a informações sobre o câncer de mama e às principais questões que envolvem a doença. O cirurgião plástico Samir Eberlin, membro especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, fez uma palestra sobre reconstrução mamária. A lei 12.802, sancionada em 2013, garante as mulheres que submetem à mastectomia o direito de ter suas mamas reconstruídas logo após a retirada das mamas, caso ela tenha condição médica. “A reconstrução da mama é um direito fundamental da mulher. O procedimento devolve a autoestima, muitas vezes arruinada durante a doença”, explica.

Números da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica mostram que em 2016 foram realizadas 62.379 cirurgias de reconstrução de mama no País. A estimativa é que 15% deste total tenham sido por causa de sequelas do câncer de mama. A reconstrução das mamas pode ser realizada com utilização de próteses de mama, expansores de tecido ou tecido da própria paciente retirado de outras partes do corpo.

Movimento Outubro Rosa Novembro Azul
O cirurgião plástico Samir Eberlin é um dos apoiadoras e voluntários do “Movimento Outubro Rosa Novembro Azul”, realizado em Sumaré. O movimento promove ações para conscientizar as mulheres e homens sobre a importância da prevenção, além de arrecadar fundos para a realização de exames de mamografia e exame de próstata.
Este ano, o movimento já arrecadou recursos  para a realização de 840 mamografias. Nesta semana, o movimento está distribuindo senhas para a realização de exames gratuitos de Papanicolau. São 40 senhas diárias. Para conseguir uma das senhas é preciso ser moradora de Sumaré, não ter convênio médico ou condições de custear seu próprio exame, ter iniciado vida sexual há pelo menos 3 anos e não ter realizado este exame nos últimos 12 meses.

A voluntária Renata Pupo explica que o movimento é realizado há três anos em Sumaré e cresce a cada ano. Nesta edição, o Outubro Rosa Novembro Azul mobilizou 170 voluntários. Ano passado eram 70 voluntários.

Escrito por

Jornalista formada pela PUC Campinas, apaixonada por Cultura, Comportamento, Enologia, Gastronomia, Beleza e Moda.